Se liga! Informativo Onda Jovem

segunda-feira, 25 de julho de 2011

A Educação como Panaceia


Educação como panaceia

Em qualquer texto ou artigo, sempre divulga-se a educação como uma panaceia, ou seja, a solução para todos os problemas! Parece que para tudo dá para afirmar: “Isso, a educação resolve!”. Será que é verdade isso?

Claro que é...

SIM! A educação é o ponto de inversão da curva de vários problemas. Com povo mais educado, a economia cresce, o meio ambiente pode ser mais preservado, a política torna-se mais participativa e a corrupção cai.

Mas educação não é apenas tempo de estudo!

Mas quando falamos de Educação, não podemos confundir nível de educação com tempo de estudo. Considerar o tempo de estudo é um indicador de gestão, mas não pode ser o único, pois a Educação é mais que apenas estar sentado oficialmente num banco escolar.

O novo paradigma do Brasil

O Brasil avançou na quantidade, com quase que a totalidade das crianças matriculadas no Ensino Fundamental. O primeiro percurso foi alcançado, sendo agora necessário buscar alcançar o novo paradigma que é Educação de Qualidade.

Educação oficial, não-oficial e social

O processo de Educação deve ser a busca permanente pelo saber. O saber deve ser uma sede insaciável, onde cada um tenta sempre conhecer mais, não apenas na área profissional, mas do máximo de assuntos possíveis. Afinal, nós não somos músicas de uma nota só! Somos famílias, profissionais, seres espirituais, sociais e políticos. Não basta apenas buscar o estudo nos estabelecimentos oficiais, mas em todo lugar. Livros não são mais tão caros e inacessíveis; a Internet é um depositório quase que infinito de informações; e a televisão se for de interesse, possui programas de alto grau de informação e formação.

Sociedade do Conhecimento

Nossa época é conhecida como a Sociedade do Conhecimento, pois a informação está cada vez mais acessível e disponível, bastando haver interesse do indivíduo por buscá-la. E na vida profissional, somos cada vez mais reconhecidos e recompensados, não pelo esforço dos músculos, mas pela capacidade criativa e do raciocínio. Cada vez mais e mais, a altura do tom da voz e da ameaça do braço perde espaço.

Investimento Público em Educação

Mas se a Educação é a solução, por que ela não é a prioridade entre as prioridades dos Governos? No discurso é, porém na verdade, parece que não, afinal vemos tantas suspeitas de corrupção nessa área, como apostilas, compra de imóveis para creches e a merenda escolar. Por lei, a Educação deve receber mais recursos financeiros e quanto mais recursos, mais fácil agir para desviar parte desse recurso.

A Educação tem que ser prioridade de todos

Se a população não assumir a responsabilidade pela fiscalização do que deve ser investido na Educação não adiantará reclamar. Mas é fato que os espaços não são fáceis, pois há interesses de vários lados em jogo. Espaços como o Portal da Transparência não é fácil de acompanhar, pois exige grande capacidade para utilizar. Há os Conselhos como o de Educação e o Merenda Escolar também têm suas dificuldades de acompanhamento.

2012 está aí

Pôr Educação no discurso, com certeza todo candidato fará, afinal todos têm que oferecer ações para Educação, Saúde e Segurança, mas o que podemos lutar para que de fato a Educação alcance o posto de destaque necessário na prática? A Educação não deve ser pensada apenas em quantidade de salas de aulas e vagas, mas também têm que ser um processo permanente e de investimento permanente, seja no ensino básico e fundamental, seja em investimentos complementares e suplementares às outras esferas de governos.

Com a palavra, nossos futuros candidatos à Política?

Nenhum comentário:

Postar um comentário